Escolha uma Página

A lipoaspiração é um dos procedimentos estéticos mais realizados no mundo. No Brasil, segundo a Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica (SBCP), é a segunda cirurgia plástica mais realizada, perdendo apenas para a próteses nas mamas (silicone nas mamas).

Assim como outras cirurgias, a lipoaspiração possui algumas particularidades, que são importantes de serem esclarecidas para todo paciente que deseja realizá-la. 

Neste texto você vai conferir as principais dúvidas sobre a cirurgia e suas respostas, que servirão como base para você ter mais conhecimento sobre o assunto quando for conversar com seu médico.

Continue a leitura e confira! 

 

7 dúvidas sobre a lipoaspiração

 

1. Em quais regiões do corpo posso fazer lipoaspiração?

 

A princípio, a lipoaspiração pode ser realizada em qualquer parte do corpo que possua gordura localizada, sendo que o abdômen, as coxas, os braços, as costas, o pescoço e as pernas são as partes mais comuns.

Porém, você só saberá se será possível realizar uma lipoaspiração na parte do seu corpo que você deseja após uma avaliação médica. O cirurgião realizará exames médicos para analisar se você está em bom estado de saúde para realizar a cirurgia.

 

2. Qualquer médico pode fazer uma lipoaspiração?

 

Não! Para fazer uma lipoaspiração, o médico precisa ter formação em Cirurgia Plástica com título de especialista pela Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica e pelo Conselho Federal de Medicina.

 

3. A lipoaspiração pode ser associada a outras cirurgias?

 

Sim, porém, é preciso seguir algumas medidas. É preciso que a combinação de cirurgias seja realizada de forma responsável, pois cirurgias muito longas podem trazer riscos ao paciente. 

Tanto a cirurgia quanto a anestesia têm efeitos colaterais no metabolismo e na fisiologia do corpo, por isso é preciso ter cuidado.

Dependendo de onde a lipoaspiração for realizada, ela pode ser combinada à colocação de prótese de silicone, à abdominoplastia (retirada do excesso de pele do abdômen), entre outros procedimentos.

 

4. A cirurgia deixa sinais?

 

Para que as cânulas de lipoaspiração sejam introduzidas, é necessário que o cirurgião faça micro orifícios, que são espalhados pelo corpo do paciente. Alguns deles ficam escondidos na área da roupa íntima, mas eles precisam de alguns cuidados para que os sinais desapareçam mais rapidamente.

 

5. Pessoas de todas as idades podem fazer lipoaspiração?

 

A idade não é um fator isolado de contraindicação, mas o médico cirurgião irá avaliar a saúde do paciente como um todo para definir se ele pode, ou não, fazer a cirurgia.

 

6. Existem doenças que podem impedir uma pessoa de realizar a cirurgia?

 

A lipoaspiração é uma cirurgia, e toda cirurgia implica riscos. Por isso, o médico precisa ser criterioso na avaliação do paciente, para ter certeza de que ele estará seguro para realizar o procedimento.

Histórico de diabetes, hemorragias, doenças da tireóide, tumores, trombose ou antecedente familiar com trombose, insuficiência cardíaca, isquemia coronariana e coagulação são algumas doenças prévias que podem impedir a cirurgia.

7. Como é a recuperação?

 

Apesar de não ter cortes abertos, a lipoaspiração continua sendo uma cirurgia e é feita por pequenas incisões. Dessa forma, nos primeiros dias é comum sentir dores, ter inchaços e hematomas. Por isso, é preciso seguir os cuidados indicados pelo cirurgião rigorosamente, para garantir uma recuperação saudável e rápida.

Então, esse artigo respondeu as suas principais dúvidas? Você pensa em fazer uma lipoaspiração? Eu sou o Dr. Johnny, médico especializado em Cirurgia Plástica pela faculdade de Medicina da USP.

Entre em contato e conheça o meu trabalho. Aproveite, também, para me seguir pelo Instagram e acompanhar os conteúdos que compartilho por lá!

 

× Agende uma consulta!
Share via
Copy link
Powered by Social Snap