Escolha uma Página

A cada ano que passa, diversas inovações surgem no universo das cirurgias plásticas, o que faz com que diversos procedimentos fiquem mais conhecidos. Enquanto, até um tempo atrás, apenas a rinoplastia e a lipoaspiração tinham alta procura, hoje há toda uma lista de cirurgias muito buscadas.

Enquanto muitas delas são mais específicas, tratando até mesmo de pequenas partes do rosto, há outras que promovem um resultado mais amplo — como é o caso do contorno corporal, procedimento sobre o qual eu falo um pouco mais neste texto.

Para quem não sabe, o contorno corporal é um procedimento que tem o objetivo de melhorar a forma e o tônus de diversos tecidos da regiões próximas à abdominal. Mas o que exatamente o que ele é, como é feito e para quem é indicado?

É exatamente isso que eu te conto abaixo. Acompanhe!

 

O que é contorno corporal?

Também conhecido como body lifting, o contorno corporal é uma cirurgia que, quando feita por completo, melhora a forma e o tônus dos tecidos subjacentes que sustentam a gordura e a pele, sendo realizado no abdômen, nos glúteos, nas coxas e nas virilhas. Seu objetivo é alterar o corpo de forma similar à imagem:

exemplo de contorno corporal sbcp

 

Na maioria dos casos, estamos falando de um procedimento que serve para reduzir a flacidez de algumas partes do corpo, causada pela perda de elasticidade dos tecidos. Como esta condição está diretamente ligada ao avanço da idade, a maioria dos pacientes que buscam por esta cirurgia tem mais de 40 anos — porém, este não é um requisito.

Dependendo do paciente, o body lifting pode ser combinado com uma lipoaspiração para melhorar ainda mais os resultados. Tudo irá depender da avaliação do cirurgião, o que evidencia a importância de escolher um profissional altamente qualificado e certificado pela SBCP.

 

Para quem o procedimento é indicado?

Como eu citei, quem mais procura esta cirurgia são pacientes acima dos 40 anos. São eles também quem mais a fazem. No entanto, a idade não é a única causa da perda de elasticidade dos tecidos.

Outros motivos incluem oscilações significativas de peso, fatores genéticos, gravidez e danos causados pela exposição ao sol. No quesito gravidez, inclusive, recomenda-se que mulheres que tenham planos de engravidar deixem a cirurgia para depois, visto que a gravidez pode afetar os resultados.

Ademais, a certeza sobre poder ou não realizar o procedimento depende da avaliação do cirurgião, o que é feito na primeira consulta.

 

Cuidados pré e pós-operatórios

Os cuidados com a cirurgia, tanto pré quanto pós-operatórios, não variam muito em relação a outros procedimentos estéticos.

Antes, além de realizar a consulta e os exames solicitados, pode ser necessário cortar o uso de certos medicamentos, como aspirina, anti-inflamatórios e alguns medicamentos naturais.

Depois, é preciso ter cuidados especiais com os curativos e com o dreno, caso este seja necessário.

Contudo, o mais importante de tudo é sempre seguir as orientações do cirurgião. Como cada caso tem suas particularidades, ele é a pessoa que sabe o que será melhor para você.

 

E você, já conhecia o contorno corporal? O que achou do texto? Caso tenha gostado das informações e queira continuar recebendo meu conteúdo, é só seguir meu perfil no Instagram!

× Agende uma consulta!
Share via
Copy link
Powered by Social Snap